“Brasil, uma profecia”

No último dia 12 de outubro publiquei após um longo hiato, um conto distópico sobre o Brasil governado por um presidente extremista. Entre os dias 13 e 17 o livro estará disponível gratuitamente para download na Amazon.

O conto é dedicado ao Clube de Leitura da Blooks SP pois foi nesse clube de leitura, dedicado à ficção científica que eu participo desde seu primeiro encontro em 2016 que eu me reconectei, junto com outras variáveis igualmente importantes, à escrita. Posso afirmar que o clube foi o catalisador criativo para mim. Trocar de uma forma totalmente horizontal as experiências de leituras com outras pessoas e ver como tramas, personagens e ideias são espalhados me deixou muito interessado a voltar a explorar esta faceta de minha existência.

De certa forma e grau, sempre fui interessado em leitura e mesmo em escrita — produzir narrativas e histórias é algo que eu sempre tive, ainda que muito tempo não exercitasse. Em 2007 eu cheguei a publicar minha primeira tentativa (e falha) em narrativas: uma novela chamada “EQM – Experiências de Quase Morte” sobre uma empresa oferecendo aos seus clientes a possibilidade de passar por essas experiências em um ambiente controlado e mudar suas vidas.

Foi publicada de forma independente através de “mecenato” como eu chamei a vaquinha que fiz com os leitores do meu blog na época, que se chamava 1001 Gatos de Schrödinger. Consegui levantar o dinheiro necessário na época em menos de 24 horas em uma época que o nome crowdfunding ainda nem era utilizado — eu havia me baseado nas ideias do Kevin Kelly na postagem “1000 True Fans”.

Após isso eu acabei escrevendo ainda alguns contos pequenos e uma outras duas novelas, que nunca publiquei, uma sobre uma guerra separatista de São Paulo que eu chamava “Declínio e Queda do Império Americano” e uma outra que eu não conclui mas que na época acreditava que escreveria e levei ao Catarse, com o nome “Verdadeiras Histórias de Amor Nunca Terminam”. Mas a verdade é que desde o lançamento de “EQM” eu estava criativamente insatisfeito com os resultados da mesma.

Continue lendo ““Brasil, uma profecia””