≡ Menu

Clube de Leitura

Participar de um clube de leitura está sendo uma das experiências mais enriquecedoras que eu já tive. Foi algo que eu sempre tive certa curiosidade, mas como nunca acontecia de saber ou mesmo procurar mais proativamente, era algo que simplesmente ia passando e deixando para depois. Em Junho de 2016 isso mudou. Através do canal social no Facebook da Editora Aleph, da qual sou grande seguidor e fã, fiquei sabendo que ocorreria a primeira reunião de um clube de leitura focado em um dos meus gêneros prediletos a ficção científica e o primeiro livro debatido seria “Laranja Mecânica” e foi mediado pelo Kim Doria da Boitempo e que a partir de então, o clube se reuniria mensalmente no espaço da livraria Blooks no Shopping Frei Caneca em São Paulo e que alternariamos, um mês livros da Aleph e um mês livros da Boitempo, sempre decidindo através de votação o próximo a ler.

O primeiro encontro foi bem lotado e duas coisas logo me chamaram a atenção: 1. As pessoas, de forma geral, para meu horror e surpresa, simpatizam até demais com o Alex, protagonista do livro e 2. participar de um clube de leitura é muito divertido. A experiência da leitura é bem introspectiva. Encontrar no mesmo lugar outras pessoas que estiveram nas mesmas paisagens mentais que você é uma experiência sempre interessante. Cada leitor lê um livro diferente. Já sai do clube gostando menos de um determinado livro, mas na maioria das vezes sai gostando muito mais. Já teve episódios em que achei o livro decente, para dizer no mínimo e sai achando ele incrível, graças a uma porta aberta pelo comentário de alguém.

Antes de qualquer coisa, minha identidade é como leitor. Eu me vejo assim: um ficcionauta, que é o meu termo afetuoso para me referir a pessoas que consomem e mergulham em mundos ficctícios em seus mais diversos meios e registros.

O Clube além de me expor a alguns títulos que eu talvez não fosse ler, me levou novamente a querer produzir ficção, e durante o ano passado em 2017 eu me lancei à tarefa de no meu tempo livre compor um romance. Produzi durante 107 dias o equivalente a 10 capítulos (de 25 que planejei). Além de ter forjado grandes amizades!

Recomendo a todos que gostem de ler a ter essa significativa e recompensadora experiência que é participar de um clube. Nós temos uma página no facebook e este ano iremos ler livros de todas as editoras, além de aumentar nosso escopo de ficção científica para ficção especulativa também.

Nossa primeira reunião em 2018 será no dia 5 de fevereiro, das 20h às 21h na Livraria Blooks no Shopping Frei Caneca, e iremos discutir “O Homem Que Amava os Cachorros”, Leonardo Padura, da Boitempo. Participe!

{ 0 comments… add one }

Leave a Comment

Previous post: